27 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Ricardo Canteras

A logística perfeita existe?

De acordo com articulista, a logística perfeita, em termos absolutos, pode ser um ideal utópico. No entanto, a busca incessante pela excelência, pela inovação e pelo suporte ao cliente configura a essência de uma operação logística inteligente e consciente

No dinâmico mercado da logística, poucas questões despertam debates tão acalorados quanto a busca pela perfeição operacional. Afinal, em um setor marcado por desafios constantes, como a distribuição de produtos em um país de dimensões continentais como o Brasil, é possível alcançar um nível de excelência que elimine completamente falhas e imprevistos?

Como diretor comercial da Temp Log, operadora logística especializada no segmento farmacêutico, vivencio diariamente os desafios de manter uma operação eficiente e segura. Nesse contexto, é pertinente refletir sobre a existência da logística perfeita e o que ela representa para a indústria.

Primeiramente, é fundamental reconhecer a complexidade inerente à logística de distribuição, especialmente quando se trata da última milha, o estágio final que entrega o produto nas mãos do consumidor. Esta etapa é notoriamente desafiadora, dada a sua vulnerabilidade a variáveis incontroláveis – desde condições climáticas adversas até imprevistos no trânsito. No Brasil, tais situações são amplificadas pela vastidão territorial e por uma infraestrutura logística que, em muitos aspectos, ainda é insuficiente.

Na Temp Log, compreendemos que situações adversas são inevitáveis. A diferenciação, portanto, reside no suporte oferecido pela operadora logística ou transportadora diante desses percalços. A capacidade de resposta rápida, a acessibilidade aos diferentes níveis da companhia e a transparência no tratamento de ocorrências são aspectos que determinam a resiliência e eficácia da operação.

Um exemplo ilustrativo dessa dinâmica pode ser observado nos frequentes casos de bloqueios rodoviários, seja por greves, acidentes ou condições climáticas extremas. Em situações como essas, a diferença entre um pedido entregue no prazo e um atraso significativo muitas vezes independe da agilidade da operadora logística em realizar entregas, mas sim, da sua capacidade de comunicar-se efetivamente com todos os envolvidos, desde a equipe interna até o cliente direto e o indireto.

Outra questão relevante é a complexidade da cadeia logística, em que cada produto pode passar por diversas mãos – do armazenamento à entrega final. Nesse percurso, a manutenção da integridade do produto é primordial, especialmente para produtos termolábeis, como toxinas botulínicas. A Temp Log, adota tecnologias de ponta e processos rigorosos para assegurar que cada etapa, desde a armazenagem até o transporte, seja conduzida com a máxima precisão e controle.

Diante dessas considerações, a questão sobre a existência da logística perfeita ganha uma nova perspectiva. A perfeição, entendida como a ausência total de falhas, pode ser uma aspiração inatingível em um cenário tão complexo e variável. Contudo, a excelência operacional emerge como um objetivo tangível e indispensável. Ela se manifesta na capacidade de antecipar desafios, na agilidade em responder a imprevistos e na incansável busca por inovações que aprimorem cada etapa do processo logístico.

Em suma, a logística perfeita, em termos absolutos, pode ser um ideal utópico. No entanto, a busca incessante pela excelência, pela inovação e pelo suporte ao cliente configura a essência de uma operação logística inteligente e consciente. Na Temp Log, é esse o compromisso que nos guia: garantir que, apesar das adversidades, possamos oferecer a melhor experiência possível aos nossos clientes, preparando o caminho para uma logística que se aproxima, dia após dia, da perfeição.

Artigo de Ricardo Canteras, diretor comercial da Temp Log