25 de junho de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Blockchain, o futuro logístico

Articulista aponta que o blockchain não é só o futuro, mas sim uma realidade presente da logística e, quem não está trabalhando para integrar, já está léguas atrás

Quando se pensa em comércio global, o setor logístico é uma parte vital que tem a responsabilidade de garantir o transporte seguro e efetivo no mundo. O blockchain, por sua vez, vem realizando uma transformação na gestão desse setor, possibilitando oportunidades de melhoria com relação a automatização de processos e aumento de segurança. Disse no título que o blockchain é o futuro deste mercado, mas isso foi só para chamar sua atenção, caro leitor. A realidade é que o blockchain já é o presente da logística e quem não está trabalhando para integrar, já está léguas atrás.

Pensando nisso, e em um mundo em que o consumidor está cada vez mais exigente com ferramentas de rastreamento e confiabilidade dos produtos, como essa solução pode garantir transparência e segurança ao longo do trajeto?

 Em detrimento da complexidade dos processos, dos desafios envolvidos nesse setor e do contexto em que as empresas são cobradas por transparência operacional, segurança de transporte e por consequência a confiabilidade, a tecnologia blockchain emerge como uma aliada. Nesse sentido, é importante destacar que, segundo dados da Grand View Research, 12,5% da receita do mercado global de blockchain foi destinada ao setor logístico, evidenciando o reconhecimento da sua importância e impacto positivo nas operações logísticas.

Sendo assim, uma das principais funcionalidades trazidas pelo uso de blockchain é a capacidade de viabilizar o rastreamento em tempo real de um produto desde sua saída até o destino final. A tecnologia garante também a criação de uma cópia digital de um objeto físico ou até de um processo operacional ou industrial, melhorando a transparência e reduzindo os riscos das operações. Desse modo, as partes envolvidas na operação logística têm visibilidade das mercadorias, possibilitando uma maior sensação de segurança e transparência desse acompanhamento que antes não era entregue.

Além da possibilidade do rastreio contínuo das mercadorias, o blockchain influencia diretamente na redução de fraudes durante as operações administrativas. Essa automatização consiste em garantir a autenticidade das informações disponibilizadas durante a realização de transações, impedindo adulterações dos registros e por consequência gerando maior confiança nos processos. É de suma importância ter informações registradas principalmente em setores como o de alimentos e medicamentos em que a autenticidade é indispensável.

Por outro lado, a solução é complexa e exige recursos intensivos em qualquer setor. Por isso, diversas complexidades estão envolvidas na implementação de projetos blockchain nos negócios atualmente. Dentre elas, destaco a escalabilidade que continua sendo um desafio crítico para muitas soluções blockchain. Não só pela limitação na velocidade de transações por segundo, mas também pelos custos altos e imperecíveis das taxas cobradas em cada transação pela grande maioria dos protocolos.

Outro obstáculo é a falta de padrões e protocolos comuns para comunicação entre diferentes blockchains e sistemas tradicionais. Também é importante ressaltar que a incerteza regulatória ainda está presente em muitos setores e acaba dificultando a adoção em larga escala. Apesar das complexidades existentes, entendo que a tecnologia está em constante evolução e bem posicionada para superar essas adversidades à medida que avançamos para um futuro mais interconectado e descentralizado.

Por fim, mesmo com alguns entraves relacionados à implementação desses sistemas nas empresas, são vários os benefícios do uso da tecnologia na gestão logística, automatizando processos. Com o potencial do blockchain, cada vez mais, as organizações investem em pesquisas de desenvolvimento para encontrar soluções mais eficientes que atendam às crescentes demandas, evoluindo assim o setor logístico.

Artigo de Diego Guareschi, CMO da Hathor