27 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Reduzindo custos

Práticas sustentáveis auxiliam na redução de custos nas transportadoras. Segundo estudo, pessoas têm procurado cada vez mais consumir produtos de empresas que adotam hábitos ambientais

Algumas empresas de diferentes segmentos têm adotado tecnologias sustentáveis no país, implementando atividades e ações alinhadas ao meio ambiente, prezando também pela sociedade e pela economia sustentável. Essas ações se relacionam aos mais de quinze Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). A sustentabilidade é um dos pilares que contribuem para uma melhor experiência do colaborador, ajudando a garantir a retenção de funcionários.

Em pesquisa realizada em 2022 pela Opinion Box, 67% dos consumidores disseram pesquisar as práticas de ESG – sigla em inglês para questões de governança ambiental, social e corporativa – das empresas antes de realizarem compras. A pesquisa constatou que 59% não consomem de empresas envolvidas em casos de trabalho escravo e que 55% não se relacionam com empresas que obtêm histórico de maus tratos e más condições aos colaboradores. Em outro estudo da A Society for Human Resource Management (SHRM), é apontado que 38% dos funcionários são mais propensos a serem leais a uma empresa que prioriza o desenvolvimento sustentável.

A sustentabilidade empresarial auxilia na redução de custos de produção, uma vez que os colaboradores passam a pensar de forma a não gastar tantos recursos. Dessa forma, enfrentarão o desperdício de recursos naturais. Se tratando deste tema, as transportadoras obtêm de diversas frentes de atuação que podem gerar resultados sustentáveis.

Para a Ghelere Transportes, o foco foram os veículos. Testes de fuligem fazem parte da rotina da empresa desde 2015, sendo uma manutenção preventiva obrigatória. O descarte adequado de resíduos de troca de óleo e a correta destinação de pneus junto a empresas certificadas também não são novidades. Uma das soluções mais novas ações implementadas foi a construção da primeira sede própria da empresa, já preparada para uma certificação de edificação sustentável.

Joyce Filus, coordenadora de gestão integrada da Ghelere Transportes, diz que entende a situação da demanda atual do mercado e que todos os esforços a partir das empresas são válidos. “Trabalhar em prol do meio ambiente independe da segmentação da empresa, uma vez que o meio ambiente é o nosso legado às futuras gerações, e isso é base para as nossas tomadas de decisões”, declara Filus.

Há três anos, a Ghelere utiliza placas solares em seus caminhões, se tornando pioneira na utilização de placas solares flexíveis para compatibilizar a demanda de energia por parte do veículo, tendo em vista o aumento significativo de tecnologia embarcada que obtiveram em seus veículos.

Além do viés sustentável da iniciativa, que dobra a vida útil das baterias do veículo e consequentemente e aumenta o tempo para que ela entre em desuso e precise ser descartada, pode-se citar a redução no consumo de combustível, aliado ao desempenho mais eficiente do alternador e a redução de imprevistos na estrada. Dessa forma, é possível ter as baterias sempre carregadas em situações de espera por carga ou descarga.

Outras práticas sustentáveis realizadas pela empresa são o uso de defletores, o que ajuda na economia, combustível aditivado que segundo um estudo formal da Ghelere Transportes, com o uso houve cerca de quase 3% de economia, além da utilização de equipamentos/pneus das melhores marcas disponíveis no país que visam itens sustentáveis.

“Temos ações ao longo do ano, como a Semana do meio Ambiente, quando ressaltamos atitudes importantes que contribuem tanto no ambiente empresarial quanto no dia a dia dos colaboradores em suas casas para um mundo mais sustentável. Quando uma solução sustentável é bem pensada e implementada, em geral ela traz retornos que vão muito além das despesas envolvidas”, enfatiza Joyce.

Ainda para a coordenadora de gestão, as empresas erram quando acreditam que implementar ações sustentáveis são somente um custo e deixam de entender que essas atitudes e um posicionamento realmente sustentáveis geram valor para a empresa em um momento da história em que ter essas características pode se tornar uma vantagem competitiva.

“O setor de transporte ainda tem muito a se profissionalizar. Ao implementar tecnologia, é possível trazer soluções que podem beneficiar empresários e o meio onde o transporte acontece e ver um resultado positivo acontecendo”, finaliza a coordenadora de gestão.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br