8 de dezembro de 2023

CARGAS

O site dos transportes

Sérgio Brito

Do ‘nada’ ao sucesso

Criada por ex-morador de rua, empresa de transportes por aplicativo completa um ano com mais de R 1,4 milhões em faturamento. Te Levo Mobile vai expandir atuação de franquia para sete cidades do Sudeste e abrir instituições para moradores em situação de rua

A Te Levo Mobile, empresa de transportes por aplicativo da região de Araxá, Minas Gerais, completou um ano de atuação com mais de R$ 1,4 milhão em faturamento. A empresa criada por Sérgio Brito, ex-morador de rua e colhedor de café, já se prepara para expandir a presença como franquia em sete cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais em março.

 Em 15 janeiro de 2022, a Te Levo Mobile iniciou suas operações a partir do uso da tecnologia Machine, plataforma com foco na criação de aplicativos de transporte de passageiros e entregas. Hoje, a empresa fatura em média R$ 250 mil por mês e atingiu a marca de mais de 178 mil corridas. Ao todo, mais de 120 motoristas são cadastrados.

Sérgio Brito, fundador da Te Levo Mobile, quer chegar a 15 cidades do país até o fim do ano em cidades com menos de 400 mil habitantes, adaptando-se às necessidades exclusivas de cada região e configurando o aplicativo de acordo com a cultura local. “Tenho muito orgulho da minha empresa. A Te Levo é focada no bem-estar dos motoristas e isso se traduz nos feedbacks dos clientes. A quantidade de downloads diários me faz acreditar que estamos no caminho certo”, diz Brito.

Com esta expansão, a Te Levo Mobile espera um crescimento significativo em sua receita, projetando passar de R$ 1,4 milhão, faturado no primeiro ano, para R$ 26,5 milhões, considerando todas as cidades novas e Araxá. Além disso, a empresa espera ter entre 1.500 e 1.800 motoristas atuando nas 15 cidades em que pretende operar até o final deste ano.

 Das colheitas de café e da vida nas ruas ao empreendedorismo

A Te Levo foi criada por Sérgio depois de muitos desafios. Em uma oportunidade de melhorar a condição de vida da família, ele decidiu se mudar de Miguelópolis para Itamogi, em Minas Gerais, para trabalhar em uma de colheita de café.

Mas, ainda inexperiente na área, Brito não havia se preparado para o período de entressafra e viu necessidade de vender tudo o que tinha para se manter. Sozinho, foi despejado da casa alugada em que morava e se abrigou em locais públicos, como a arquibancada do estádio municipal e as praças da cidade. Morou na rua por dois anos e nove meses, até ser encontrado pelo pai e trazido de volta para sua cidade.

Sérgio voltou a procurar empregos e conquistou uma bolsa de estudos no curso de gastronomia. Logo conseguiu trabalho em um hotel na cidade de Araxá, mas acabou sendo demitido por conta do fechamento do comércio durante a pandemia de Covid-19. Brito decidiu, então, trabalhar como motorista de aplicativo de transporte de passageiros, modalidade em que começou a faturar até R$ 12 mil por mês. A partir disso, se dedicou então a criar seu próprio negócio, investindo na Te Levo Mobile, nome da empresa que recebeu em um sonho.

“O tempo que passei em situação de rua foi de muitas portas fechadas e muitos não. Por meio da Te Levo, quero dar oportunidades para todas as pessoas a quem a vida disse ‘não’ também”, afirma o executivo.

Ações e benefícios para motoristas e passageiros

Para celebrar o primeiro ano da empresa, a Te Levo decidiu ampliar o benefício de saúde para passageiros cadastrados no aplicativo. Com a ação, usuários passam a ter descontos de 50% em farmácias e laboratórios clínicos da região de Araxá. Antes, a opção era limitada apenas a motoristas da plataforma.

 Os condutores da Te Levo Mobile contam, ainda, com carros de apoio em casos de acidentes ou imprevistos durante as viagens, espaço na central do app para alimentação e descanso, e parcerias com borracharia e postos de gasolina. Motoristas pagam R$ 0,20 a menos no litro do combustível e contam com 40% de desconto na troca de óleo. A plataforma cobra a taxa fixa de 12% do valor da corrida, permitindo maior margem de lucro ao motorista parceiro.

Além disso, o empresário criou uma instituição voltada a moradores em situação de rua para conceder café da manhã, chamada de Expedito. O nome foi pensado em homenagem ao pai, que faleceu vítima da Covid-19 em 2021 e não teve conhecimento da criação do app. “Pensamos em oferecer a primeira refeição do dia porque, quando eu estava morando nas ruas, nunca soube de empresas voltadas para o café da manhã, apenas para o almoço. Aonde tiver uma Te Levo terá um Expedito. Meu pai será gigante”, diz o executivo, emocionado.

Neste mês ainda, a iniciativa será expandida para todas as cidades que terão franquia da Te Levo no interior de São Paulo e Minas Gerais, como Sorocaba, Caldas Novas, Sacramento, Bom Despacho, Miguelópolis, Ituverava e Franca.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br