20 de abril de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Além da boléia

Pagamento a caminhoneiro acirra disputa entre empresas de tecnologia. Em meio ao mercado que está em ebulição, Rodobank cresce facilitando o relacionamento sem intermediários entre as empresas que contratam serviços de transporte e os caminhoneiros e demais stakeholders do setor rodoviário e de logística

Com uma frota de quase de 2,5 milhões de veículos de carga, segundo a Confederação Nacional do Transporte, e um crescimento de 37% no número de fretes em 2022 (só no primeiro semestre), o Brasil está com o mercado de transporte rodoviário de cargas em ebulição. E as empresas nascidas no setor tech estão ocupando esse espaço, o que é o caso do Rodobank.

Se há 15 anos o Governo criou o Pagamento Eletrônico de Frete – que precisa ser realizado por uma instituição de meios de pagamento – para combater a informalidade de motoristas, hoje os bancos digitais dão a eles praticidade e cada vez mais segurança na hora de receber e usar o dinheiro do frete, tudo na palma da mão, em um app de celular.

Uma das empresas neste mercado é o Rodobank, startup criada em 2019 que viu, em três anos, o volume de dinheiro movimentado na sua plataforma quase triplicar. O Rodobank encerrou 2022 efetuando mais de 1 milhão de transações por mês, com um volume acumulado de mais de R$1 bilhão de reais.

Especialista em transportes

Apoiado em cima do core banking como serviço do FitBank, infratech de serviços financeiros para empresas, bancos e fintechs regulamentada pelo Banco Central, o Rodobank reúne ferramentas específicas do mercado de transporte rodoviário de carga com as soluções de um banco digital completo, o Bank as a Service (BaaS).

O modelo integrado facilita os relacionamentos sem intermediários entre as empresas que contratam serviços de transporte, como transportadoras, embarcadores e operadores logísticos, e os caminhoneiros e demais stakeholders do setor. O resultado é mais praticidade na gestão dos pagamentos que envolvem a operação e mais receita para as empresas.

“O Rodobank é um facilitador que ajuda as empresas a se relacionarem melhor com os stakeholders do transporte, como motoristas, frotistas, postos de combustíveis, centros de distribuição, chapas”, explica Rafael Fridman, diretor executivo do Rodobank.

Segundo ele, graças à integração com o FitBank e ao desenvolvimento de serviços específicos para o setor, como credenciamento de postos e atendimento ao cliente no modelo white label, o Rodobank muda a lógica de como o mercado de transporte rodoviário costuma operar .

“As empresas do mercado que fazem pagamento de frete, pedágio e abastecimento funcionam como um tipo de intermediário. Já o Rodobank une todas as soluções e serviços de um meio de pagamento comum a um core bancário modular, permitindo que cada cliente construa sua própria solução, pricing e experiência”, diz o gestor.

Ele ainda explica que, na plataforma Rodobank, os clientes constroem de forma simples, rápida e barata seu próprio banco, unindo canais e serviços que desejarem. “A melhor experiência faz com que os usuários e pagadores da plataforma se aproximem de forma fluida, gerando valor a cadeia”, afirma.

Redes de pagamento e renda extra

Fridman explica que as empresas que são clientes do Rodobank têm a opção de criar suas próprias redes de pagamento, ganhando poder de banco e adquirentes para negociar com postos de combustíveis credenciados descontos no diesel, ou na troca de pneus, por exemplo. Elas também têm liberdade para definição de tarifas e a possibilidade de oferecer soluções customizadas aos caminhoneiros, como programas de cashback para estimular o uso da conta digital em compras, empréstimos para manutenção do veículo ou o financiamento de um novo caminhão.

“Dessa forma, como têm liberdade para definir tarifas, os clientes do Rodobank podem gerar uma receita extra, pois são os gestores de todos esses serviços financeiros”, completa Fridman.

Frete, pedágio, abastecimento e troco

Entre as soluções tecnológicas para o transporte de carga que são realizadas pelo Rodobank estão os pagamentos fundamentais para o ecossistema, como frete, vale-pedágio e abastecimento do caminhão.

Outra solução Rodobank é a gestão digital do troco do frete, específica para postos de combustíveis. Ela evita a movimentação de dinheiro vivo e garante mais segurança ao fazer o depósito do troco do frete em uma conta digital aberta pelo posto para o motorista.

A integração com o FitBank e o conhecimento na área são um diferencial que desburocratiza e agiliza a implantação das soluções, facilitando a vida dos clientes. “Nossa solução permite criar contas online, garantindo a agilidade que o mercado necessita”, afirma Luca Cyrillo, diretor comercial do Rodobank.

Liberdade para o motorista

A entrada e saída de dinheiro na conta digital são controladas com toda liberdade pelo motorista com o app instalado no celular. A conta é completa e ele pode receber salário, fazer transferências, TED, PIX, quitar boletos, usar um cartão de crédito ou débito e checar extratos, por exemplo. No mesmo app, ele ainda monitora as viagens que faz, os saldos de frete que recebeu e o dinheiro depositado para pagar as despesas que teve ao longo da viagem.

Funcionalidade para a empresa

Já a empresa, que é a cliente do Rodobank, gerencia os pagamentos a seus prestadores de serviço por meio da plataforma digital, onde também pode emitir documentos obrigatórios para realizar os serviços de transporte. Ela tem à disposição todas as ferramentas de pagadoria de que necessita e pode ainda contratar ou oferecer a seus correntistas outros serviços, como telemedicina, seguro, microcrédito e antecipação de recebíveis.

“Com o Rodobank, o nosso cliente tem o seu próprio meio de pagamento com banco digital, com marca própria, e ainda pode vender esse serviço para outras empresas, explorando isso como um novo negócio”, afirma Cyrillo.

Atualmente, o Rodobank atende dezenas de clientes, como transportadoras, indústrias, postos de combustíveis e prestadores de serviço da área de logística, com operações que impactam mais 100 mil pessoas em todos os estados do país.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br