20 de abril de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Cristina Burrola

Cummins: nova líder na AL

Cristina Burrola, primeira mulher a assumir este cargo de liderança regional, dará continuidade ao trabalho de crescimento da Cummins na América Latina. Após 40 anos de empresa, Ignacio García deixará a liderança da região gradativamente até 30 de novembro

Com mais de 20 anos de experiência na Cummins, Cristina Burrola será a nova vice-presidente e líder da América Latina, sendo a primeira mulher a assumir esta posição, atualmente liderada por Ignacio García que se aposentará em 30 de novembro de 2022, após 40 anos de dedicação à empresa.

Ela assume a posição na região com 10 mil funcionários e representatividade de 6% da receita global da Cummins. A executiva é uma líder de confiança na América Latina, com vasta experiência em muitas regiões da em todo o mundo.

Em sua função anterior, como diretora executiva da cadeia de suprimentos para a América Latina, ela administrou uma organização regional com mais de seis mil funcionários em 16 países durante um dos momentos mais desafiadores da história da organização na cadeia de suprimentos.

 Antes disso, Cristina atuou como diretora de estratégia corporativa de fusões e aquisições da empresa, onde liderou a integração total da Cummins em quatro aquisições no valor de US$ 1,2 bilhão no negócio de distribuição. Além disso, atuou como diretora global de serviços de engenharia e diretora global de redução de custos para o negócio de filtração.

“Assumir esta nova posição é um verdadeiro orgulho, aprecio profundamente a confiança que a Cummins depositou em mim e toda a orientação recebida por Ignacio. Fiel à nossa visão de colocar as pessoas no centro de tudo e continuaremos a promover o talento dos nossos colaboradores, bem como a desafiar os limites para sermos cada vez mais referência no setor”, disse Cristina.

 Mexicana de nascimento, Cristina é formada em engenharia elétrica e industrial pelo Instituto Tecnológico de Chihuahua, possui mestrado em ciências da engenharia pelo Instituto de Tecnologia e Estudos Superiores de Monterrey, além de um MBA da Kellogg School of Management na Northwestern Universidade.

Aposentadoria

Após 40 anos de dedicação à Cummins, Ignacio García, vice-presidente e líder da América Latina, se aposentará em 30 de novembro de 2022. Graças à sua determinação e dedicação, a Cummins se fortaleceu nos diferentes mercados onde está presente, especialmente na América Latina.

 Ignacio começou sua carreira na Cummins como líder de qualidade em 1982, no México. Mas ficou amplamente conhecido dentro da empresa quando se tornou gerente de operações nos Estados Unidos e conduziu complexos processos de reestruturação de algumas fábricas. Posteriormente assumiu cargos de liderança global de compras. Em 2012, aceitou o papel de liderar os negócios na América Latina, que desde então prosperou sob sua liderança.

“Pertencer a esta grande empresa marcou meu caminho, não só profissionalmente, mas também pessoalmente. Cada um dos projetos que conseguimos implementar, graças ao talento único da equipe, me traz grande satisfação e orgulho. Testemunhei o impulso e o desenvolvimento não apenas da Cummins, mas da indústria, então não tenho escolha a não ser agradecer por tudo que aprendi. Foi realmente uma honra fazer parte desta grande família”, comentou Ignacio.

Entre as principais realizações de Ignacio, destaca-se o impulso que deu a projetos de responsabilidade corporativa, e que hoje fazem parte do DNA da Cummins, como a criação das empresas filantrópicas Cummins (atual Centro para a Promoção da Inclusão), cuja missão é aprimorar a qualidade de vida de grupos vulneráveis por meio de negócios que gerem oportunidades de trabalho decente.

“Ignacio teve um impacto significativo na Cummins em seus 40 anos de serviço. Ele influenciou vários segmentos do negócio liderando em uma infinidade de funções; hoje somos melhores por causa disso. É difícil imaginar a Cummins sem a presença de Ignacio, que deixa um legado profundo. Sou grato por seu serviço e desejo-lhe boa aposentadoria”, disse Tom Linebarger, presidente e CEO da Cummins.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br