20 de abril de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Sergio Fukushima

Logística em foco

Segurança, proteção e eficiência em todo o centro logístico. Segundo especialista, embora a automação aumente a eficiência, a redução no envolvimento humano significa menos pessoas supervisionando os processos ao longo da cadeia de abastecimento

Embora a automação aumente a eficiência nos centros logísticos, a redução no envolvimento humano significa menos pessoas supervisionando os processos ao longo da cadeia de abastecimento. Isto aumenta a importância da tecnologia para garantir a segurança do pessoal, bem como a segurança dos bens. Um sistema de câmeras de rede pode ser configurado para enfrentar esses desafios e, com a adição dos aplicativos certos, a tecnologia pode aumentar a eficiência operacional, desde a linha de coleta de pedidos até a entrega.

Segurança do centro logístico

As câmeras podem monitorar com eficiência todas as áreas do centro logístico para segurança interna, bem como a segurança do pessoal, desde os corredores das estantes até as áreas de expedição. Câmeras multisensores fornecem até 180° de visão panorâmica, reduzindo o custo total de hardware no número de câmeras necessárias, enquanto para visualizações em áreas obstruídas, como corredores de estantes, câmeras panorâmicas, inclinadas e zoom (PTZ) podem ser preferíveis.

O monitoramento por câmeras pode detectar riscos e uma mensagem de áudio ao vivo alertando sobre o perigo pode ser transmitida ou um membro da equipe pode ser solicitado a agir. Para proteger contra perigos potenciais específicos, as câmeras com recursos analíticos também podem fornecer alertas automáticos. Por exemplo, se uma câmera detectar funcionários ou visitantes que não estejam usando equipamento de proteção individual, isso poderá gerar um aviso por meio de um alto-falante conectado. Para controlar os trabalhadores solitários no transporte, as câmeras vestíveis também podem aumentar a segurança com alarmes de acidentes e contra assaltos.

Embora os veículos no local, incluindo caminhões e empilhadeiras, bem como veículos de passageiros, possam representar um risco de segurança para trabalhadores e visitantes, as tecnologias integradas com câmeras de rede podem criar um ambiente mais seguro. A velocidade insegura detectada pelas câmeras pode ser tratada com sirenes estroboscópicas, combinando luz e som para alertar os motoristas, enquanto os alto-falantes podem transmitir mensagens e instruções de áudio.

Os veículos também podem ser rastreados com radar, combinado com tecnologia de reconhecimento de placas, permitindo fácil identificação de infrações de direção, desde atalhos proibidos até direção em sentido único.

Câmeras de rede com análise também podem manter os pedestres seguros, identificando sua presença, especialmente em áreas dedicadas a veículos, e acionando um alarme para o motorista. Ao mesmo tempo, uma sirene estroboscópica pode ser usada para alertar o pedestre sobre o perigo.

Detendo um elevado volume de mercadorias, não são apenas os funcionários e visitantes que precisam de proteção, mas o próprio estoque, e o incêndio representa um risco elevado. Os detectores de fumaça tradicionais são eficazes, mas como a fumaça precisa penetrar no sensor antes que a detecção seja acionada, pode haver um atraso no alarme. Adicionar detecção de câmera com imagens de alta qualidade para condições de pouca luz pode adicionar precisão e confiabilidade à defesa contra incêndio. A detecção precoce torna-se possível e as imagens de vídeo facilitam a identificação da causa do incêndio.

Garantindo a segurança do perímetro

Com uma concentração de mercadorias, muitas vezes de elevado valor, os centros logísticos são também alvos potenciais lucrativos para roubo e, em toda a cadeia de abastecimento, os roubos a centros logísticos aumentaram. Em particular, os períodos de pico, como o período que antecede o Natal, que envolvem uma elevada proporção de trabalhadores temporários sazonais, podem representar um risco mais elevado. Uma técnica de roubo reconhecida é remover itens da linha de separação ou do armazém e, em seguida, colocá-los fora do prédio, prontos para a coleta, no perímetro. Proteger o perímetro é, portanto, fundamental, e a defesa mais robusta pode ser alcançada com uma combinação de tecnologias de câmeras, dependendo dos requisitos situacionais.

Câmeras panorâmicas, inclinadas e zoom (PTZ) podem fornecer identificação visual detalhada de possíveis intrusos e, junto com a tecnologia de análise de defesa de perímetro, fornecer alertas automáticos sobre possíveis violações de perímetro, bem como ampliar e seguir suspeitos. Aumentar a segurança, os alertas e o rastreamento também melhoram a eficiência, permitindo que menos funcionários cubram um número maior de câmeras.

O número real de câmeras também pode ser reduzido através da introdução de tecnologias térmicas e de radar. Essas câmeras podem fornecer detecção mesmo em horas de escuridão. Uma vantagem do radar é o monitoramento grande angular, enquanto as câmeras térmicas podem detectar possíveis intrusos a distâncias muito maiores do que as câmeras visuais.

Isto cria uma zona tampão, detectando potenciais intrusos numa fase anterior, permitindo a dissuasão antes de atingirem a linha da cerca. Isso pode incluir a inclusão de alto-falantes que transmitem avisos, bem como holofotes que podem significar detecção. Se for necessário mobilizar pessoal de segurança, isso poderá ser conseguido muito antes de o perímetro ser violado.

Controle de acesso

Proteger o perímetro do centro logístico também significa controlar os pontos de acesso. Com a extensa operação de veículos de transporte por terceiros, especialmente se o centro logístico utilizar áreas de carga/entrega não tripuladas, o acesso verificado dos veículos é essencial.

Os sistemas de intercomunicação, que também podem incluir comunicação por vídeo, permitem o controle de acesso remoto às entradas do local e portões não tripulados, e eficiência e segurança podem ser adicionadas com o reconhecimento automatizado de placas de veículos. Esta tecnologia aumenta a facilidade e a velocidade de acesso dos veículos sem a necessidade de recursos humanos, ao mesmo tempo que evita o acesso não autorizado.

Controlando o acesso a áreas designadas dentro do centro logístico, a tecnologia de controle de acesso, incluindo leitores RFID e intercomunicadores, permite uma operação rápida e eficiente, ao mesmo tempo que proíbe o acesso a áreas restritas.

Eficiência na embalagem e entrega

Além de estabelecer um ambiente seguro, um sistema de câmeras em rede também pode melhorar o atendimento ao cliente e a eficiência na linha de embalagem. O rastreamento da embalagem do pedido com vídeo, um marcador de cada pedido e seu recebimento podem ser gerados para uma recuperação rápida e simples. Isto melhora o atendimento ao cliente, com uma resposta muito mais rápida no tratamento de reclamações, mas também reduz perdas em pedidos de reembolso incorretos ou fraudulentos.

Ao carregar os pedidos dos clientes no transporte de entrega, desde a verificação de pacotes em paletes ou caixas em vans, as câmeras podem acelerar o processo criando um registro visual com carimbo de dados, sem a necessidade de os operadores tirarem uma foto manualmente. Essa tecnologia pode incluir câmeras vestíveis que também são úteis para validação de entrega de última milha, uma forma eficiente de confirmar a entrega nas condições esperadas.

O manuseio de pacotes durante o descarregamento também pode ser monitorado com câmeras de rede integradas. Enquanto isso, dentro do veículo, a análise pode ser usada para alertar o motorista se a porta do veículo ou o porta-malas for aberto.

O futuro do setor logístico é orientado por dados e tecnologia. Como garantir processos de negócios seguros e usar a tecnologia para tornar os negócios mais seguros e sustentáveis? Câmeras de rede, áudio, controle de acesso e os recursos que eles oferecem desempenharão um papel fundamental na resposta a essa pergunta.

Artigo de Sergio Fukushima, Business Development Manager da Axis Communications