20 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Segurança e caminhoneiros

Acidentes com caminhões provocam a morte de sete pessoas por dia. Operador logístico BBM promove semana exclusiva e dedicada a fortalecer ações de segurança dos caminhoneiros no trânsito e nas estradas

 Acidentes de trânsito envolvendo caminhões provocaram a morte de sete pessoas por dia em 2021, somando 2.521 vidas perdidas em um ano. Desses óbitos, 853 eram ocupantes dos caminhões, trabalhadores do setor de transportes, o que representa mais de duas mortes a cada dia. As informações são do Anuário Estatístico da Polícia Rodoviária Federal, que aponta excesso de jornada de trabalho, uso de drogas, excesso de velocidade e pouco descanso como fatores que contribuem para os acidentes nas estradas brasileiras.

Segundo o levantamento, esses acidentes deixaram ainda 4.770 pessoas feridas com gravidade, 1.616 ocupantes de caminhões, e 12.628 feridos leves, 5.218 em caminhões.

Preocupado com a segurança dos caminhoneiros no trânsito e nas estradas, o grupo operador de logística BBM, um dos maiores do Mercosul, promove todos os anos uma semana dedicada a debater o tema e incentivar a adoção de práticas seguras pelos profissionais do setor.

O evento atende a um dos principais eixos da companhia, focado nas pessoas. A Semana do Caminhoneiro e Caminhoneira acontece entre os dias 25 e 29 de julho e reúne cerca de 6 mil motoristas, próprios, terceiros e agregados, em 11 unidades da companhia, nos hubs BHZ e Cachoeirinha; na BBM Gwest, Rio Grande, Uruguaiana, Goiânia, Telêmaco Borba, Triunfo; na Translovato Caxias do Sul, São José dos Pinhais e Itajaí.

O setor de transporte rodoviário responde por cerca de 60% de toda carga transportada no Brasil, segundo a Confederação Nacional de Transportes. O Instituto de Logística e Supply Chain divulgou que foram movimentadas 1,94 trilhão de TKUs (toneladas úteis por quilômetro) em 2021.

O anuário da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) aponta que o setor soma 291 mil empresas, 556 cooperativas e 918 mil autônomos, que operam uma frota de aproximadamente 11,4 milhões de caminhões.

Esse contingente de trabalhadores é formado na quase totalidade, 99,5%, por homens, com idade média de 45 anos, pais de família com em média 2,5 dependentes, conforme estudo da CNT. Eles percorrem cerca de 9,5 mil quilômetros de estrada a cada mês e somam, na média, 18 anos de profissão. A idade média da frota é estimada em 15 anos.

Meta zero

 Um terço desses trabalhadores, 35%, não se preocupa com saúde e exames preventivos, 82% estão acima do peso, 18% têm pressão alta, 17% apresentam problemas de visão e 43% não faz atividades físicas. O levantamento da CNT mostra que a distração e a falta de atenção foram a principal causa de acidentes com caminhões no trânsito entre 2007 e 2018, representando 29% das ocorrências nesse período. “Trabalhamos com a meta de zero acidentes”, afirma o presidente do Grupo BBM, Antonio Wrobleski.

Wrobleski explica que a BBM se dedica diariamente e integralmente à segurança dos trabalhadores do setor rodoviário, com ações conduzidas pelo time de técnicos de segurança e gestores, que abordam os riscos associados às atividades dos motoristas e as medidas de prevenção. São promovidos treinamentos específicos e diálogo diário de segurança (DDS). “Adotamos abordagens estratégicas que promovem a conscientização e demonstração da importância de seguir práticas seguras durante as atividades profissionais dos motoristas”, afirma. Ele explica que a companhia tem uma área estruturada dedicada exclusivamente à segurança no trânsito, baseada em procedimentos de conduta.

Segundo Wrobleski, é essencial que os colaboradores compreendam como as práticas seguras afetam sua segurança e a de todos ao seu redor, reduzindo acidentes, afastamentos e melhorando o ambiente de trabalho. “Engajamos os gestores na promoção de práticas seguras. Eles devem ser modelos a seguir e defender ativamente a importância da segurança, demonstrando comprometimento. Revisamos regularmente os procedimentos de segurança para garantir que estejam atualizados e adequados. Ao priorizarmos a segurança contribuímos para uma cultura de segurança mais forte e consistente”, alega.

Regras de ouro

O presidente do Grupo BBM comenta que há cinco regras de ouro praticadas pela empresa: operar máquinas e equipamentos apenas se estiver habilitado, usar dispositivos eletrônicos e celular somente em locais permitidos e nunca quando estiver dirigindo, não utilizar álcool e substâncias proibidas quando estiver trabalhando, sempre usar o cinto de segurança e nunca desativar ou manipular dispositivos de segurança de máquinas, equipamentos ou veículos.

De acordo com gerente de Gestão Logística do Grupo BBM, Jeff Rodrigues, a Semana do Caminhoneiro e Caminhoneira promovida pela empresa é um dos principais eventos do setor para celebrar a importância do profissional para a economia do Brasil. Segundo Rodrigues, o evento foi criado para homenagear motoristas, carreteiros, caminhoneiros, parceiros, terceiros e agregados, além de discutir temas fundamentais para que eles possam voltar seguros para suas famílias depois de cada viagem pelas estradas.

Rodrigues comenta que a sustentabilidade e sucesso do negócio da BBM são baseados na valorização dos colaboradores, reconhecidos pela empresa como principal ativo.

Uma das iniciativas desse compromisso é o Programa de Fidelidade para Agregados, lançado em 2021 para oferecer benefícios e convênios com novos fornecedores de insumos. O programa foi ampliado no ano passado e garante acesso dos agregados que integram o marketplace da BBM a uma rede de apoio de fornecedores com capilaridade e competitividade, para que possam obter equipamentos a custos menores.

Temas

Entre os temas da semana de segurança estão a correta manutenção do uso dos equipamentos, basicamente do caminhão, para garantir melhor produtividade, menos desgaste e tranquilidade.

O evento ainda aborda questões de saúde, a importância da alimentação e do sono para a qualidade de vida. “Queremos que essas informações e práticas façam parte da rotina dos profissionais, por isso temos um trabalho constante de capacitação, treinamento e orientação nas empresas do grupo e também juntos aos parceiros e terceirizados”, alega.

Rodrigues explica que o objetivo é contribuir para melhorar o bem-estar e a qualidade de vida de toda a comunidade envolvida no setor e todo o ecossistema. “Não podemos esquecer que o motorista é muito importante para a economia do Brasil e para o dia a dia das pessoas. E ele também tem sua família, que o espera a cada retorno, com saúde e disposição”, diz.

A semana envolve todas as unidades do Grupo BBM e na matriz da Translovato, em São José dos Pinhais, ocorre um grande evento, com participação de executivos da empresa e fornecedores estratégicos, para a venda facilitada de equipamentos aos caminhoneiros.

Este ano o evento terá diversas atividades, como dinâmicas, prova de manobra, quiz, DDS pausas para café, almoço, entrega de lanches e lembrancinhas, de acordo com o turno de trabalho de cada grupo de caminhoneiros e caminhoneiras.

Programa Na Mão Certa

 “É uma oportunidade para reconhecer e valorizar o trabalho árduo, a habilidade e a dedicação dos motoristas, que desempenham um papel fundamental em nossas vidas diárias”, afirma Rodrigues. De acordo com ele, a semana deste ano terá o mesmo roteiro temático para todas as unidades, que vai abordar Segurança do Motorista, Programa Na Mão Certa, Cuidados com o Veículo, Trânsito e Família Segura no Trânsito.

O gerente lembra que o Grupo BBM é mantenedor e apoiador oficial do Na Mão Certa, que integra o Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras. Lançado em 2006, o programa é um compromisso público de atuação na proteção de crianças e adolescentes contra exploração sexual, baseado na educação continuada de motoristas de caminhão para atuar como agentes de proteção dos Direitos de Crianças e Adolescentes.

Em casos suspeitos, esses agentes são orientados a fazer a denúncia pelo canal Disque 100. A ligação é gratuita, todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. A denúncia pode ser feita também na Polícia Militar, pelo número 190, ou Polícia Rodoviária Federal, pelo 191. O sigilo é garantido e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixos ou móveis.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br