22 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Frota mais eficiente

Wilson Sons, em parceria com Argonáutica, implanta novo sistema para gestão de frota da Central de Operações de Rebocadores (COR). Com nova tecnologia desenvolvida pela startup, a companhia aumenta eficiência, segurança e sustentabilidade da navegação de sua frota nos portos brasileiros

A Wilson Sons implantou o novo sistema operacional da sua Central de Operações de Rebocadores (COR) – central inaugurada há 12 anos e localizada em Santos (SP) – desenvolvido pela Argonáutica. Com foco na eficiência, segurança e sustentabilidade das operações, o novo sistema operacional da COR, chamado de ArTeMIS (“Argonáutica’sTraffic Management Information System”), iniciou neste mês o monitoramento em tempo real da frota de 81 rebocadores da companhia – a maior e mais moderna do país –, distribuídos ao longo da costa brasileira.

A nova soluçãofaz parte da estratégia digital da Wilson Sons de investir no desenvolvimento de soluções digitais em estreita parceria com startups do setor marítimo e portuário, buscando fomentar a utilização de novas tecnologias na indústria para aumentar a eficiência e produtividade da infraestrutura do País.

“Concebido pela Argonáutica, o ArTeMIS é um produto digital de alta relevância e com grande potencial de penetração no mercado portuário nacional, que já surge conectado a mais de 25 antenas AIS espalhadas pela costa,  sendo uma ferramenta integradora de dados de tráfego marítimo e meteoceanográficos, por onde nossa COR passará a monitorar todas as manobras realizadas pelos rebocadores, nos diversos portos de atuação pelo Brasil”, explica Eduardo Valença, diretor de transformação digital da Wilson Sons, acrescentando: “É um sistema que está sendo desenvolvido não apenas para a gestão da frota Wilson Sons, mas que nasce pronto para atender diversas outras empresas do mercado”.

O ArTeMIS nasceu com intuito de aprimorar a segurança da navegação da frota de embarcações, possibilitando economizar combustível e mitigar o risco de acidentes ao utilizar áreas mais adequadas ao tráfego marítimo.

Com a nova solução, o comandante do rebocador terá acesso a alarmes pré-estabelecidos em situações de emergência. Além disso, sua integração com fontes externas de dados proporciona, por exemplo, o monitoramento das condições meteorológicas hiperlocais, como maré, corrente e vento, e o entendimento de como essas variáveis afetam a navegação, produtividade e segurança das operações de rebocadores.

“O ArTeMIS aprimora ainda mais a gestão da frota de rebocadores da Wilson Sons. A companhia, pioneira no controle de velocidade das suas embarcações, passa a monitorar, com esta nova ferramenta, outros parâmetros operacionais, otimizando, por exemplo, os deslocamentos, o posicionamento e a utilização dos rebocadores. Dessa maneira, garantimos, dentre outros, a redução do consumo de combustível, gerando efeitos positivos para o meio ambiente e imprimindo mais sustentabilidade às operações portuárias no País”, enfatiza o diretor de operações de rebocadores da Wilson Sons, Rodrigo Bastos.

“O ArTeMIS é um produto inovador que conta com toda a expertise da Argonáutica no desenvolvimento de produtos digitais de alta complexidade para a indústria marítima e portuária, associada à experiência e o conhecimento da Wilson Sons na gestão e operação de sua vasta frota de rebocadores”, destaca Guilherme Rosetti, co-fundador da Argonáutica, que complementa:  “o ArTeMIS surgiu com intuito de potencializar e escalar os produtos digitais da Argonáutica como o ReDRAFT e o MeDuSa, proporcionando que nossos clientes tenham acesso a diversas funcionalidades num sistema único”.

Por considerar a tecnologia e as startups como aliadas para alavancar a produtividade e o desenvolvimento da infraestrutura marítima e portuária, a Wilson Sons adquiriu, no final do ano passado, participação minoritária na Argonáutica, startup  brasileira.

A Argonáutica é uma startup que se destaca pelo desenvolvimento do ReDRAFT (sistema que calcula a folga dinâmica abaixo da quilha, com base nas características de cada navio e do canal de acesso, considerando ainda as condições ambientais do momento da manobra) e do MeDuSa (sistema que otimiza atracações e operações de cais, dando previsibilidade e segurança na amarração dos navios, especialmente em operações ship-to-ship). O ArTeMIS é mais um produto digital que a startup desenvolve em prol de uma gestão de tráfego mais moderna, sustentável e segura.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br