22 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Volvo digital

Montadora chega à marca de R$ 100 milhões em negócios em ambiente digital. O valor corresponde ao total comercializado com peças, serviços, veículos novos e seminovos e planos de serviço desde que a empresa começou a atuar em canais de vendas digitais

 Pioneira no e-commerce na indústria de veículos pesados no Brasil, a Volvo atingiu o expressivo número de R$ 100 milhões em vendas digitais. O valor corresponde ao total comercializado com peças, serviços, veículos novos e seminovos e planos de serviço desde que a empresa começou a atuar em canais de vendas digitais, há mais de uma década.

“Há anos estamos evoluindo nessa jornada de negócios que nascem a partir de interações no ambiente digital. Começamos com caminhões seminovos, ampliamos para peças e serviços e mais recentemente temos vendido também caminhões novos dessa forma”, explica Alcides Cavalcanti, diretor executivo de caminhões da Volvo.

O modelo de negócios é totalmente metrificado, com monitoramento das ações do primeiro contato do interessado até a conclusão da venda. O início de uma negociação pode se dar através de um dos sites da marca ou por meio de campanhas ativadas em outros canais, como redes sociais ou whatsapp.

“A presença digital da Volvo é estratégica e acontece de forma totalmente integrada com nossa rede de concessionárias. Toda intenção de compra recebida pela fábrica é filtrada, classificada e conduzida na ponta pela Rede Volvo, gerando um ciclo virtuoso que dá segurança aos clientes”, assegura Alessandra Almada, gerente de marketing de caminhões e ônibus da Volvo.

Seminovos

O primeiro passo da jornada digital foi a criação do portal seminovosvolvo.com.br , em 2010. Pioneiro entre os fabricantes de caminhões, o site tornou-se uma referência no segmento de usados ao disponibilizar centenas de veículos espalhados fisicamente nas concessionárias da marca em todo o Brasil num único ambiente, sob gestão direta da Volvo.

Por trás da plataforma há um robusto processo de negócios, que garante a procedência dos caminhões, revisão técnica com critérios definidos pelos técnicos da fábrica, dentre outros fatores que dão segurança aos compradores. “Temos muitos casos de clientes que compram sem ver os veículos pessoalmente, tamanha é a reputação e confiança na marca e no processo digital”, completa Almada.

Peças

A Volvo esteve à frente também em 2017, quando lançou o volvopecas.com.br , primeiro e-commerce de peças do setor de caminhões brasileiro. Todas as concessionárias participam do sistema. A plataforma digital é gerenciada pela marca, mas conta com o apoio da rede, que faz o faturamento dos itens e opera na logística de entrega para todo o Brasil. 

“É um modelo de Marketplace similar ao e-commerce de grandes redes de varejo, que fazem a gestão da plataforma digital de compras, mas mobilizam vários parceiros para a venda e entrega dos itens”, esclarece à executiva.

A Volvo também inovou ao ser a primeira no setor a conectar seu canal de vendas digitais de peças ao Instagram, uma das maiores e mais utilizadas redes sociais. Os clientes visualizam no aplicativo toda a carteira de componentes da marca. Com mais um clique, o sistema encaminha automaticamente o interessado para finalizar a compra no site volvopecas.com.br.

Planos de serviço

Os transportadores e gestores de frota ainda podem usar o meio digital para adquirir os Planos de Serviço da Volvo. São aqueles programas de manutenção que ajudam na gestão das frotas e na redução de custos operacionais, cobrindo todas as manutenções preventivas e corretivas, deixando o transportador livre para concentrar-se em seu negócio. Atualmente, 8 entre 10 caminhões já saem de fábrica com algum tipo de Plano de Serviços contratado.

Brasil é referência

A meta, segundo Alessandra, é aumentar a venda de veículos, serviços e peças, mas também garantir benefícios reais aos clientes, proporcionando maior agilidade nas entregas, melhorando processos. No chamado “Mundo Volvo”, com a presença em mais de 100 países, a operação brasileira é considerada a mais digitalizada. “Nos tornamos referência nessa área para as demais unidades do Grupo”, observa a gerente.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br