20 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Novos modelos de entrega

Pick up Store e Ship From Store têm transformado a logística no varejo. Especialista aponta como os pilares do varejo omnichannel influenciam o setor, a logística e colocam consumidor no centro das decisões

Em 2022, o e-commerce teve uma alta de 24% no número de consumidores e faturou o montante de R$ 262 bi, representando um recorde para o setor, segundo pesquisa da NielsenlQ Ebit. Junto a essa alta, as modalidades pick-up store e ship from store, pilares do varejo omnichannel, também apresentaram crescimento, e prometem seguir como táticas de conquista e retenção de clientes para os próximos anos.

Consistindo em ampliar o leque de opções aos consumidores na hora de receber mercadorias, o pick-up store se refere ao ato de retirar, na loja física, as compras feitas online. “Esse processo é otimizado com sistemas de integração entre o ambiente digital e o online, em um formato que garante ao consumidor ter o produto comprado em mãos de forma mais rápida e sem o custo do frete”, afirma Andrei Dias, head de revenue da Nexaas, retail tech especializada em inovação para o varejo.

Já no ship from store, as próprias lojas são usadas como centro de distribuição, e os pedidos feitos online saem de lá diretamente para o destino do comprador. “O ship from store é uma opção vantajosa para as empresas também, e permite uma redução no tempo de entrega do envio por muitas vezes aproximar o comprador da loja que vai fazer o envio até a sua casa”, acrescenta Dias.

Ambos os formatos podem melhorar a eficiência da cadeia de suprimentos do varejo e melhorar a experiência do cliente, mas também exigem um investimento significativo em tecnologia e logística para serem implementados com sucesso.

Em termos de benefícios, esses modelos permitem uma melhor gestão de estoque e redução de perdas, uma vez que as lojas físicas são capazes de realizar um controle mais preciso dos itens armazenados e das vendas através dos sistemas de integração necessários à operação. Além disso, as empresas podem oferecer uma experiência de compra mais personalizada e conveniente para o cliente, o que pode levar a um aumento da fidelidade e das vendas.

Para Andrei, a implementação do pick-up store e do ship from store está revolucionando o setor de logística do varejo, pois exige uma adaptação significativa da gestão de estoque, do controle de inventário e da coordenação entre lojas e centros de distribuição. “Basicamente, as empresas de varejo precisam investir em tecnologia de ponta para gerenciar as operações e garantir a eficiência e sucesso das entregas. O retorno compensa”, finaliza o executivo.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br