22 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

BBM: novo recorde

BBM Logística cresce em todas as operações e registra novo recorde de receita no 2T22. Expansão orgânica em todos os negócios e reajustes de tarifas para recompor a inflação de custos e combustíveis foram as alavancas para o crescimento de 20% da receita bruta

A BBM Logística, um dos maiores operadores logísticos do modal rodoviário do Brasil e do Mercosul, registrou crescimento de 20,2% na receita bruta do 2º trimestre de 2022, no comparativo com o 2T21, alcançando a marca de R$ 468,7 milhões, um recorde para o período.O resultado reflete a forte expansão orgânica em todos os negócios e reajustes de tarifas decorrentes dos gatilhos contratuais e recomposição dos custos.

O crescimento ocorreu em todas as operações. Na divisão de Gestão de Transportes, houve crescimento de 20% nas operações de e-commerce e carga fracionada, 32% nas operações internacionais e 27% em carga lotação. Na divisão de Contratos Dedicados, o segmento florestal cresceu 23% e o industrial 14%.

Já o EBITDA ajustado foi de R$ 30 milhões, com margem de 7,7%, mostrando uma evolução frente à margem de 4,7% do trimestre anterior, fruto das iniciativas de recomposição de preços e redução de custos. Apesar disso, a companhia explica que o lucro operacional segue impactado pela forte pressão de custos, decorrente das condições macroeconômicas, na qual a inflação e o aumento dos preços de combustíveis se destacam.

A companhia vem mitigando esses fatores com renegociações de preços com os clientes e pelo controle e captura de sinergias das aquisições e eficiência na gestão das despesas administrativas. Grande parte das ações implementadas devem se refletir nos resultados a partir dos próximos trimestre.

Além disso, como parte do foco da gestão financeira, a BBM concluiu a terceira emissão de debêntures, no valor de R$ 189 milhões, reforçando a posição com alongamento da dívida e melhora do fluxo de caixa.

Cenário e expansão geográfica

O segundo trimestre foi marcado pela manutenção do cenário desafiador internacional, em decorrência da pandemia, da guerra na Ucrânia e dos lockdowns frequentes na China, que têm causado impacto direto nas operações de todo o setor logístico em nível global. No Brasil, esse cenário se reflete na alta da taxa de juros, que aumenta as despesas financeiras, e na alta inflação com aumento constante nos preços dos combustíveis (que acumulam alta de 99% desde janeiro de 2021) e dos custos em geral, o que pressiona as margens de lucro.

Para o CEO da BBM Logística, André Prado, mesmo nesse contexto, a companhia teve resiliência, manteve o ritmo de crescimento orgânico e reforçou o rigoroso controle de despesas, tanto fixas como administrativas, bem como a gestão do fluxo de caixa. “Nosso foco é manter a eficiência e a qualidade operacional e recompor as margens impactadas pela inflação de custos. Paralelamente, o grupo BBM vem mantendo suas receitas em crescimento ao longo dos últimos trimestres e mantendo a carteira de clientes, mesmo com os repasses, e conquistando projetos importantes”, destaca o CEO.

A gestão eficiente se reflete na evolução das receitas ao longo dos últimos trimestres e na manutenção de clientes, com índice de 99% na retenção da carteira — mesmo com os repasses por conta do aumento do preço do diesel.

Paralelamente, a BBM manteve o foco de conquista de novos projetos, e fechou 290 novos acordos comerciais no 2T22, nas operações de lotação, intermodal, rodoviário internacional, fracionado e e-commerce, com destaque para os segmentos de casa e construção, autopeças, confecção/calçadistas, autopeças e farma. Vale destacar, ainda, o resultado da operação de e-commerce, com volume de 3,5 milhões de pedidos entregues no 2T22 — crescimento de 31,6% no comparativo entre os primeiros semestres de 2022 e 2021.

A expansão da BBM na região Nordeste do país foi o grande alavancador para explorar o cross-selling na carteira de clientes do grupo e potencializar sinergias de operação e novos negócios. Com o crescimento na malha rodoviária na região, a empresa realizará o envio e recebimento de produtos de outros estados e países com rotas diárias locais, prevendo um crescimento de aproximadamente 50% em volume de carga, e aumento de mais de 55% em faturamento comparado à receita atual no Nordeste.

A expansão vem no momento em que a região ocupa a vice-liderança no ranking de consumo, com representatividade de 18,2%, ficando atrás apenas da região sudeste com 49%, de acordo com estudo IPC Maps 2022. Dessa forma, a companhia passa a atender o Nordeste nos segmentos de autopeças, produtos químicos, cosméticos, farmacêuticos, eletrodomésticos, eletrônicos, confecções, equipamentos e ferramentas.

Além disso, a BBM anuncia o lançamento de mais um terminal multimodal, o Hub Logístico de Vitória, que pode gerar um aumento previsto de 70% nos negócios da companhia focados em e-commerce e carga fracionada na região.

BBM Logística

A BBM Logística é um dos principais operadores logísticos rodoviários do Mercosul e foi eleita em 2021 pelo Financial Times como uma das oito transportadoras que mais cresceram nas Américas, sendo a única representante do Brasil. Alicerçada sob o conceito End-to-End, operando desde a matéria-prima até o consumidor final, a companhia fornece soluções logísticas de e-commerce, transporte fracionado e carga geral, internacional, além de operações dedicadas para os segmentos florestal, químico, gases industriais e outros.

Com 25 anos de atuação, a partir da entrada em 2017 do fundo de Private Equity Stratus e da nova equipe de gestão, a BBM se tornou um consolidador do setor de transporte rodoviário, adquirindo empresas de altíssima reputação como Transeich (2018), Translovato (2019), Translag (2020) e Diálogo (2020), além de ser listada na B3 desde 2019. Hoje, com mais de 5.300 funcionários, 6.300 veículos em operação e aproximadamente 16 milhões de entregas por ano, a BBM é a única empresa totalmente Omnichannel do mercado brasileiro, provendo soluções logísticas para qualquer canal de venda.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br