22 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Isadora Potiguara

Economizando combustível

Especialista dá dicas para isso ocorrer. Realizar a manutenção do veículo, além de evitar dor de cabeça, também é essencial para reduzir o consumo

 Com mais uma alta no preço dos combustíveis, os motoristas precisam buscar métodos que garantam a economia no consumo do automóvel. De acordo com a coordenadora do curso de Engenharia Mecânica da Faculdade Pitágoras, Isadora Potiguara, suavidade na troca de marcha e aceleradas desnecessárias são alguns dos motivos que mais consomem combustível.

“Uma dica importante é o planejamento da rota para evitar engarrafamentos. Além da perda de tempo, a marcha inadequada durante o trajeto pode fazer com que o veículo consuma mais combustível. Outra dica importante é evitar as altas velocidades, pois um carro consome cerca de 20% a mais quando está a 100 km/h do que quando está a 80 km/h”, conta.

Fazer a manutenção do veículo, segundo Isadora, além de evitar dor de cabeça também é essencial na hora de economizar combustível. “Muita gente desconsidera o estado de conservação de velas, filtro e pneus, mas a atenção em relação a esses itens interfere consideravelmente no desempenho e consumo do veículo. Por isso, uma boa estratégia para economizar combustível é não adiar esses ajustes que podem comprometer o bom funcionamento da direção e da suspensão, e, consequentemente, elevar o consumo de combustível”, explica.

A engenheira alerta que muitos motoristas têm o costume de manter o carro em ponto morto, porém, além de comprometer a segurança dos ocupantes do automóvel, isso não gera economia. “Muitas pessoas acreditam que circular com o carro em ponto neutro irá economizar, mas o motor continua recebendo combustível, além do freio demorar a responder, uma vez que o carro está desengatado. Mas a medida para ser válida para economia só deve ser utilizada como opção se o carro estiver parado ou em caso de congestionamentos, lembrando que transitar com câmbio manual gera desgastes na caixa de marcha”, comenta.

A coordenadora destaca outros pontos para você economizar combustível:

Dirija de forma prudente: Dirigir o carro como se você estivesse num filme de corrida aumenta muito o consumo de combustível, além de ser perigoso para todos à sua volta. Por isso, evite ultrapassagens perigosas, acelere sempre de maneira suave e progressiva conforme o veículo aumenta a velocidade.

Ar-condicionado só quando necessário: Quanto mais tempo com o ar-condicionado ligado, mais combustível será gasto, em torno de 10% a mais que o normal.

Calibre os pneus regularmente: Quando os pneus estão descalibrados ou até murchos, existe um atrito maior com a via e o consumo de combustível pode aumentar em até 3%.

Confira regularmente a geometria da suspenção do seu veículo: Outro aspecto que envolve pneus e rodas, e que pode ajudar a diminuir o consumo de combustível, é a geometria das rodas fora dos valores de referência recomendados. O correto alinhamento e balanceamento. Rodas desalinhadas provocam um aumento excessivo do atrito entre os pneus e a pista de rolamento, o que demanda maior energia durante o deslocamento. Uma dificuldade maior para o carro se locomover, pois as rodas se arrastam. Isso diminui a vida útil dos pneus, aumenta o risco de acidentes e o consumo de combustível.

Evite acessórios desnecessários: Eles podem aumentar seu consumo com combustível. Esses acessórios que alteram as características originais do veículo provocam mais resistência contra o ar, prejudicando a aerodinâmica e aumentando o consumo final.

Combustível de qualidade: Sempre abasteça em postos de confiança e caso note diferença de desempenho ou trepidações excessivas em marcha lenta logo após abastecer seu veículo leve-o imediatamente ao seu mecânico de confiança e o informe do ocorrido.