27 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing ônibus da Mercedes-Benz do Brasil

MB na Lat.Bus & Transpúblico

O eO500U, primeiro chassi de ônibus elétrico da Mercedes-Benz no país, é a principal atração da marca na Lat.Bus & Transpúblico, maior feira da mobilidade urbana do Brasil e da América Latina.

Em parceria com a NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos), esse evento será realizado em formato virtual nos dias 21, 22 e 23 de setembro. Paralelamente, ocorrerá o Seminário Nacional NTU, que tem como tema central “O novo transporte público coletivo”.

Juntamente com o primeiro veículo comercial elétrico 100% desenvolvido pela equipe de engenharia brasileira, a Mercedes-Benz apresenta outras soluções de mobilidade. Em seu stand virtual, estão em evidência o chassi OF 1621 para fretamento, o modelo O 500 R Super Padron para transporte urbano e o O 500 RSD para aplicações rodoviárias. Além disso, é revelado o conceito de um novo Serviço 4.0 de telemetria e conectividade para clientes do segmento de ônibus.

“Diariamente, nosso time de ônibus trabalha inspirado pelo mote Pensando no coletivo. Pensando no futuro. Iremos mostrar os reflexos deste propósito na Lat.Bus & Transpúblico”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

“Primeiramente, porque estamos apresentando uma solução de mobilidade para o futuro muito próximo: em 2022, chega ao mercado o eO500U. Ao mesmo tempo, a Mercedes-Benz, como sempre, não perde o olhar no presente, no que está acontecendo nesse momento no mercado. Por isso, traz as novidades mais recentes da marca que atendem totalmente às demandas atuais dos nossos clientes”, diz Leoncini.

De acordo com o executivo, o chassi OF 1621 exclusivo para fretamento e o chassi O 500 Super Padron para transporte urbano são veículos que já estavam no ciclo de desenvolvimento da empresa, visando a ampliação do portfólio.

“Essas soluções caíram como uma luva para atender aos clientes em meio à demanda gerada pela pandemia. As medidas de distanciamento social impactaram significativamente o número de passageiros nos ônibus e esses dois modelos se encaixam perfeitamente nesse cenário, pois se adequam à nova realidade do transporte de passageiros e da mobilidade urbana, tema, aliás, do Seminário Nacional NTU deste ano”.

“O eO500U é uma solução que reforça o compromisso da nossa marca em oferecer uma alternativa sustentável para a mobilidade urbana aliada à eficiência tecnológica e econômica para as empresas de ônibus e gestores do transporte coletivo”, diz Walter Barbosa, diretor de vendas e marketing ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

“Este primeiro veículo comercial elétrico da Empresa foi criado, está sendo desenvolvido e será produzido em nosso País, tanto para o mercado brasileiro, como também para países da América Latina e Oceania”, completa Walter.

Já o chassi de ônibus urbano O 500 Super Padron reflete o objetivo da marca de atender permanentemente às necessidades dos clientes em todas as circunstâncias. A Mercedes-Benz já havia identificado a oportunidade de desenvolvimento de um chassi urbano que se posicionasse entre o O 500 M 4×2 para carroçarias de 13,2 metros e o articulado O 500 MA 6×2 de 18 metros, a fim de ampliar a mais completa linha de ônibus.

Como resultado, o Super Padron é o maior chassi da categoria 4×2 urbano do mercado brasileiro, desenvolvido para carrocerias de até 14 metros de comprimento, com capacidade para até 100 passageiros. Assim, pode transportar a mesma quantidade de passageiros que um modelo 6×2 de 15 metros.

“Já estávamos em etapas avançadas do desenvolvimento. A queda no volume de passageiros do transporte coletivo, causada pela pandemia, antecipou a chegada do Super Padron ao mercado para março deste ano, sem prejudicar em nada qualquer estágio de testes ou preparação da nossa fábrica”, ressalta Walter Barbosa. “Com essa solução, oferecemos às empresas um modelo que possa operar de acordo com a demanda atual de passageiros, tanto nos momentos de pico, quanto de entrepico, otimizando seus custos operacionais”.

Liderança

Em 2021, a Mercedes-Benz mantém a liderança nas vendas de ônibus no Brasil. De janeiro a agosto, a marca emplacou 3.964 ônibus, conquistando cerca de 40% de participação de mercado no segmento acima de oito toneladas de PBT – peso bruto total.

Vale destacar o emplacamento de 1.859 ônibus da marca no segmento urbano, alcançando a liderança com mais de 65% de market share. No segmento rodoviário, o primeiro lugar da Mercedes-Benz foi consolidado com mais de 64% de participação de mercado, com o emplacamento de 1.354 unidades.

Ao final dos oito primeiros meses do ano, o segmento de fretamento segue aquecido no Brasil. Foram 1.653 ônibus emplacados para essa finalidade, com crescimento de 80% em relação às 916 unidades do mesmo período do ano passado. Isso se deve ao fretamento contínuo das empresas que, para se adequar às medidas de segurança em relação à Covid-19, tiveram que aumentar o número de ônibus para reduzir a quantidade de pessoas por veículo, garantindo o distanciamento dos funcionários.

No acumulado de janeiro a agosto deste ano, a Mercedes-Benz também lidera as vendas de ônibus para fretamento no país. Foram emplacadas 1.096 unidades, quase o dobro em relação às 551 unidades do mesmo período de 2020. Isso representa 66% de participação da marca no segmento de fretamento.

América Latina

A Daimler Latina está apresentando na Lat.Bus & Transpúblico, maior feira da mobilidade urbana do País e da Região, uma nova versão de distância entre-eixos para o chassi OF 1730 e um inédito sistema de tratamento anticorrosivo para chassis de ônibus que operam em condições severas na mineração.

“É com muita satisfação que nós anunciamos na Lat.Bus & Transpúblico um pacote de novidades a fim de preparar os ônibus da marca Mercedes-Benz para os segmentos de mineração e fretamento na América Latina”, afirma Jens Burger, diretor geral do Centro Regional Daimler América Latina. “Por estarem em crescimento, esses setores têm buscado cada vez mais soluções que garantam a longevidade dos veículos e a segurança dos passageiros”.

Atenta às demandas dos clientes, a Mercedes-Benz passa a oferecer uma nova versão de distância entre-eixos de 6.500 mm para o chassi OF 1730. Este modelo é indicado para fretamento, transporte urbano e intermunicipal e turismo.

Com esse entre-eixos mais longo, a Mercedes-Benz amplia seu portfólio de ônibus, oferecendo ao cliente uma solução da fábrica que pode receber carrocerias entre 12,8 e 13,2 metros de comprimento. Dessa forma, pode transportar o mesmo número de passageiros que um OF 1730 de 5.950 mm de entre-eixos garantindo mais conforto aos usuários. De acordo com a necessidade do cliente, também é possível aumentar para 49 o número de assentos, permitindo maior capacidade de passageiros e otimizando a rota das operadoras.

O novo OF 1730/65 já sai de fábrica com esta configuração especialmente para atender à regulamentação de alguns mercados latino-americanos que não permitem mudanças estruturais ou dimensionais na distância entre-eixos durante o processo de encarroçamento do ônibus. Assim, é possível cumprir os requisitos locais de cada país.

A Daimler Latina apresenta ainda na Lat.Bus uma importante novidade ligada à qualidade e resistência dos produtos da marca Mercedes-Benz. Atendendo às necessidades de clientes, a empresa desenvolveu o processo mais inovador do mercado para tratamento anticorrosivo dos chassis de ônibus da marca.

Essa proteção especial aplicada no chassi é indicada para veículos de fretamento que transportam funcionários e transitam em ambientes de operações severas, com alto grau de salinidade, altas taxas de umidade, baixas temperaturas e calor intenso, o que ocorre, por exemplo, no setor da mineração.

Ou seja, os chassis de ônibus da nossa marca sairão de fábrica ainda mais protegidos contra corrosões e outros impactos derivados de condições extremas de aplicação do veículo. Isso exige menos manutenção da estrutura do chassi e maior durabilidade do ônibus.

Essa solução está disponível para as linhas de micro-ônibus LO e também para os O 500 urbanos e rodoviários. Além da aplicação do tratamento anticorrosivo do chassi, estes veículos recebem pneus especiais para operações severas e um pacote de segurança ampliado, podendo circular tanto nos ambientes severos das minas, como pelas cidades.

Entre os itens de segurança destacam-se, conforme a linha de chassis: ABS, piloto automático, limitador de velocidade, ACC, ASR, hill holder, ESP, LDWS, EBS e sistema anti-tombamento.

Exportações

A Mercedes-Benz do Brasil é uma tradicional exportadora de veículos comerciais para a América Latina e outros continentes. Nos primeiros oito meses de 2021, registrou expressivo crescimento dos embarques de ônibus e caminhões. O resultado foi impulsionado pela recuperação dos mercados latino-americanos, que começam a retomar suas atividades econômicas, desaceleradas por conta da pandemia da Covid-19.

Com isso, aumentou as exportações de ônibus e caminhões para a América Latina, indo de 710 unidades no acumulado de janeiro a agosto do ano passado para 2.530 unidades em 2021, ou seja, 257% de crescimento na comparação entre os dois períodos.

“No caso específico do segmento de ônibus, os efeitos da pandemia, como a redução no número de passageiros, tornam a retomada da normalidade do mercado mais lenta. Mesmo assim, registramos um incremento de 48% nas nossas exportações de ônibus, com 310 unidades vendidas até agosto em 2021, frente a 460 unidades de igual período do ano passado. Assim como no Brasil, o setor de fretamento também teve papel importante nas vendas de ônibus na América Latina”, conclui Jens Burger.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br

[/et_pb_text][/et_pb_column]
[/et_pb_row]
[/et_pb_section]