27 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Investimento pesado

Tecmar investe R$ 66,2 milhões em expansão de frota e novas unidades de negócio. Ao todo, foram adquiridos 82 cavalos, com tecnologia de motorização Euro 6, e 100 carretas. Investimento marca também o lançamento de duas novas unidades de negócio de transporte multimodal

A Tecmar Transporte & Logística, do Grupo Log-In, acaba de realizar um investimento de R$ 66,2 milhões para impulsionar sua operação e expandir suas atividades. Esse investimento estratégico visa aprimorar a capacidade de transporte da empresa, que atualmente conta com uma frota superior a 1.300 veículos próprios. Com o montante, a Tecmar adquiriu 82 caminhões, equipados com a mais recente tecnologia de motorização Euro 6, além de 100 implementos, que consistem em carretas porta containers.

De acordo com o diretor executivo da Tecmar, Maurício Alvarenga, com o investimento, a companhia aumenta a capacidade de transferência rodoviária de cargas fracionadas entre as filiais e expande presença no mercado de logística multimodal, oferecendo soluções eficientes para o transporte de contêineres. “Nosso objetivo é servir o mercado em geral, oferecendo um serviço de alta qualidade e que não apenas atenda, mas supere as expectativas de nossos clientes e do segmento como um todo”, explica.

Estratégia multimodal

O investimento realizado pela companhia marca ainda o lançamento de duas novas unidades de negócio de transporte de contêineres. Uma delas está localizada em Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco), atendendo à região Nordeste, enquanto a outra está situada em Itajaí (Santa Catarina), para atender as demandas da região Sul do país.

O movimento vem na esteira da aquisição da empresa de transporte rodoviário Oliva Pinto, em 2022, com uma operação especializada em transporte de contêineres com forte presença em Manaus, no Amazonas, que contou com um investimento de aproximadamente R$ 100 milhões. Além disso, o plano acompanha a estratégia adotada na unidade de negócios em Santos (São Paulo), que somente em 2023 movimentou 7.200 contêineres atuando de forma conjunta com a cabotagem.

 Segundo Alvarenga, a novidade ampliará a capacidade do transporte de carga fracionada. “Essa estratégia irá atender às necessidades de nossos clientes em diversas áreas, contribuindo para um serviço mais abrangente e eficaz. Queremos disponibilizar, cada vez mais, soluções inovadoras envolvendo a multimodalidade, possibilitando o transporte de carga fracionada utilizando a rodo-cabotagem por meio da Tecmar”, completa o executivo.

Log-In

A Log-In Logística Integrada oferece soluções logísticas customizadas, movimentação portuária e navegação costeira integrada a outros modais e serviços, conectando, por terra e mar, o Brasil e o Mercosul. Atualmente, a empresa possui uma frota de nove navios porta-contêineres, sendo oito próprios e um afretado, com capacidade total de 24.708 TEUs e que oferecem serviços de navegação com rotas regulares integrando os principais portos do país à Argentina, Paraguai e Uruguai.

Compondo a torre de negócios do Transporte Rodoviário da Log-In, a Tecmar é uma empresa do grupo especializada no transporte LTL rodoviário, FTL, gestão de armazenagem e transporte de contêineres, que, junto com a Oliva Pinto, complementa, também, o transporte marítimo de cabotagem, de importação e exportação. Com uma rede de mais de 50 armazéns estrategicamente distribuídos, uma frota robusta com mais de 1.300 veículos próprios, a Tecmar oferece soluções logísticas de Norte a Sul do Brasil.

Essa estrutura completa possibilita a união de uma ampla malha rodoviária de distribuição de cargas fracionadas à malha de navegação costeira da empresa, criando assim um serviço logístico único no mercado nacional, a Rodo-Cabotagem, produto focado no transporte de cargas fracionadas e que soma as melhores características do modal rodoviário e da navegação.

A Log-In também administra e opera o Terminal Portuário de Vila Velha (TVV), localizado no estado do Espírito Santo, além de dois terminais intermodais, um em Itajaí (Santa Catarina) e outro no Guarujá (São Paulo) com operações dedicadas.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br