20 de abril de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Antonio Wrobleski

BBM: mercado aquecido

BBM Logística avança em seu plano de melhoria operacional e fatura R$ 2 bilhões em um ano desafiador. Com resultado recorde, a companhia teve uma forte participação no comércio eletrônico e no segmento fracionado, conquista novos clientes e promove eficiência operacional

A BBM Logística (BBML3), uma das maiores operadoras logísticas rodoviárias do Brasil e do Mercosul, anuncia os resultados financeiros do quarto trimestre de 2023 (4T23) e do ano fiscal.

No quarto trimestre de 2023, a estratégia de aumentar gradualmente as margens de lucro continua sendo executada pela BBM. A empresa conquistou novos contratos com margens melhores e alongou suas principais linhas de financiamento/empréstimo. Internamente, continua implantando uma série de iniciativas visando melhoria de processos, otimização da estrutura organizacional e aumento de produtividade

Como destaque, no último trimestre de 2023, a BBM apresentou crescimento acima do planejado nos segmentos de comércio eletrônico e carga fracionada, que possuem cobertura nacional. Isso ocorreu graças à maior Black Friday registrada pela empresa, que resultou em recordes no volume de entregas e conquistas de novos clientes no segmento fracionado.

A receita operacional líquida do e-commerce cresceu 27,3%, em relação ao quarto trimestre de 2022, enquanto a de carga fracionada atingiu um recorde histórico de faturamento, alcançando R$ 162,9 milhões, um aumento de 12,1%, frente ao 4T22.

Com Ebitda de R$ 173,3 milhões, excluindo efeito da desmobilização de uma operação florestal não recorrente, 19,6% melhor do que em 2022. No quarto trimestre de 2023, a empresa registrou vendas líquidas no valor de R$ 418,1 milhões, enquanto o Ebitda atingiu R$ 40,6 milhões, 18,7% inferior ao 4T22. Essa redução do Ebitda ocorreu por conta de alguns fatores como cenário macroeconômico, o “churn forçado” focando melhoria de margem

Contudo, mesmo com esses impactos, o Ebitda do ano atingiu R$ 158,6 milhões, cerca de 9,5% superior que o do ano anterior. Para a empresa, a principal estratégia continua sendo o crescimento sustentável, aumento das margens e ambiente de trabalho e desenvolvimento das pessoas.

O presidente da BBM Logística, Antonio Wrobleski, conta que todos os esforços da companhia continuam voltados a busca da eficiência operacional e, consequentemente, o aumento da rentabilidade do negócio. “Estamos realizando uma grande revisão em todos os nossos processos e os esforços estão em nosso tripé que foca em pessoas, processos e tecnologia. Somente com essa base fortalecida acreditamos na perenidade do crescimento”, destaca o executivo.

Uma das iniciativas que são destacadas por Wrobleski é a implantação de uma Torre de Controle que mede em tempo real o SLA (acordo de níveis de serviço) de entrega de cada cliente e gera KPIs (indicadores de desempenho) para acompanhamento de custos e despesas.

“Estamos confiantes na melhora qualitativa das nossas operações, como também do nosso resultado financeiro, e temos certeza que estamos no caminho certo para continuarmos crescendo de forma sustentável e perene”, afirma o presidente da BBM.

De um ano desafiador para outro promissor

Para o líder da BBM, 2023 foi muito desafiador para todo o setor por conta do cenário macroeconômico adverso, com consumo retraído, taxas de juros ainda elevadas e restrições de capital de giro. “Mesmo diante das adversidades, pudemos constatar a melhoria gradativa das margens e o crescimento das operações ao longo dos trimestres”, diz.

Para este ano, a visão do executivo é otimista. Além de dar continuidade à estratégia de melhorar a eficiência operacional e aumentar a rentabilidade da companhia, a BBM ganhou um fôlego no caixa para 2024. Isso porque, no último trimestre de 2023, a empresa conseguiu alongar a dívida com os principais credores, que representam aproximadamente 84% do total da dívida.

De acordo com a BBM, esse alongamento da dívida financeira permitirá uma redução de aproximadamente R$ 250 milhões na necessidade de desembolso de caixa até dezembro de 2024, devido à carência média de 12 meses para início da amortização do principal da dívida, o que traz uma perspectiva positiva para o ano de 2024.

“Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas em 2023, seguimos confiantes e resilientes para continuar a estratégia de crescimento da receita operacional líquida, da melhoria das nossas margens, do ganho de eficiência e da equalização da nossa estrutura de capital”, conclui Wrobleski.

Eficiência operacional continua sendo a palavra de ordem

A BBM vem focando seus esforços na redução dos custos, melhoria da produtividade e rentabilidade, assim como na gestão das despesas administrativas. A companhia tem promovido a racionalização dos processos e uma maior sinergia entre as áreas.

A empresa informa que o projeto Plataforma Digital continua sendo foco da Administração e segue em processo de implantação. Já o programa de excelência operacional, BBM Lean, continua em execução com treinamento de pessoal e implementação de novos controles e processos. No último trimestre do ano passado, o projeto avançou para mais cinco unidades operacionais, totalizando 31 kaizens (Lean Manufacturing/Office), o que, além da melhoria nos processos, impactou em uma redução de gastos.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br