25 de junho de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Implementos: é recorde

Janeiro de 2024 é o melhor da história em emplacamentos de reboques e semirreboques no Brasil. Segmento registrou 7.075 produtos vendidos. Perspectiva em 2024 é favorável aos negócios da indústria

A indústria de implementos rodoviários registrou em janeiro de 2024 o melhor resultado para esse mês em toda sua história. No período foram emplacados 7.075 reboques e semirreboques. O recorde anterior foi registrado em janeiro de 2021, ano que em que 6.727 produtos foram emplacados “É um começo de ano bastante promissor para os negócios”, comemora José Carlos Spricigo, presidente da Anfir – Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.

As primeiras vendas no ano fazem parte dos preparativos das empresas de logística que atendem ao agronegócio para o transporte da safra. As principais colheitas que acontecem no primeiro semestre são soja, milho e cana de açúcar.

A perspectiva para os negócios da indústria em 2024 é boa. As verbas destinadas ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) são da ordem de R$ 54 bilhões e deverão trazer reflexos positivos ao setor. A baixa taxa de desemprego e o crescimento da renda média poderão aquecer as vendas no mercado de varejo. “Temos um cenário interessante diante de nós que poderá beneficiar também o segmento leve”, diz Spricigo.

A redução prevista na taxa Selic poderá melhorar as condições de crédito, mas o presidente da Anfir alerta que é necessário criar condições que evitem o crescimento do endividamento, porque esse fato poderá impedir que a economia se movimente de forma saudável.

Segmentos

O setor pesado registrou crescimento de 8,2% com relação a janeiro de 2023. No mês foram emplacados 7.075 implementos rodoviários, ante 6.539 no primeiro mês do ano passado. O segmento leve teve 4.196 produtos emplacados em janeiro de 2024, o que representa recuo de 18,01% com relação a janeiro de 2023, quando foram vendidos 5.118 produtos.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br