22 de maio de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Digitais x tradicionais

Saiba quais as diferenças entre as transportadoras. Tecnologia eficaz e atuação preventiva são algumas das características que diferenciam os modelos, diz CEO da Motz

A pandemia de Covid-19 trouxe reflexos permanentes para a sociedade, incluindo a antecipação de tendências atuais, como a digitalização acelerada, que se consolidou como um fator de diferenciação entre as empresas. O surgimento da era do consumidor 4.0 passou a exigir uma entrega mais dinâmica, automatizada e eficiente, promovendo uma melhor experiência ao cliente. Neste sentido, as transportadoras possuem um papel fundamental para oferecer uma logística mais eficaz para as empresas.

A transportadora digital Motz é um dos exemplos de startup que atua no setor para contribuir com o cenário. “Empresas como a nossa vieram para trazer a tecnologia como parte central para o sucesso do trabalho e das vendas no setor”, afirma o CEO da Motz, André Pimenta.

Pensando no tema, o profissional separou algumas das principais diferenças entre as transportadoras digitais e as tradicionais, analisando como a inovação atual do mercado logístico tem facilitado os processos de variadas empresas:

Tecnologia forte e eficaz:

Apesar de ambas transportadoras (tanto as tradicionais quanto as digitais) estarem se adaptando à nova era tecnológica, uma delas se destaca neste sentido. O uso intensivo de novas tecnologias é o maior diferencial das transportadoras digitais, uma vez que esse modelo já nasceu completamente digitalizado, usando IA, apps e big data para garantir excelência nos serviços.

Dinâmica e automatizada:

As transportadoras digitais possuem processos mais automatizados. Por trabalharem com sistemas integrados e o uso intensivo de tecnologia, esse modelo garante maior agilidade e atualizações em tempo real de informações e análises.

Processos de rastreamento:

As transportadoras digitais, na maioria das vezes, possuem um sistema de rastreamento ainda mais evoluído do que as tradicionais, que permite aos clientes saberem, em primeira mão, o que está acontecendo com suas cargas e pedidos.

Atuação preventiva e não reativa:

As transportadoras digitais possuem uma atuação mais preventiva e consultiva, contando com ferramentas capazes de prevenir imprevistos. Já as tradicionais trazem um trabalho mais reativo, pensando nas resoluções dos problemas no momento em que eles aparecem.

“A atuação preventiva é uma característica importante das transportadoras digitais, sempre antecipando problemas através do uso de tecnologias ágeis e, assim, deixando mais tempo para que os trabalhadores possam olhar para o ser humano em todas as pontas”, relata Pimenta.

“As transportadoras digitais são uma tendência para o atual momento que a logística vive, permitindo que as empresas otimizem processos e, consequentemente, permite uma maior satisfação do consumidor final, que encontra uma empresa ágil, organizada e inovadora”, finaliza o executivo.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br