20 de abril de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Top Team, da Scania

Melhor equipe de Serviços do Brasil vai disputar final mundial. Btech, do Rio Grande do Sul, se classificou na decisão regional do Top Team. Próximo passo será buscar título inédito em abril na Suécia 

 O Scania Top Team 2022/2023, torneio global apenas de colaboradores da área de serviços da rede de concessionárias da marca, conheceu as duas equipes sul-americanas classificadas para a final mundial, em abril de 2023, na Suécia. A La Mudoneta, de Buenos Aires (Argentina), e a gaúcha Btech, da Casa Brasdiesel de Ijuí, que se tornou a tricampeã da final nacional, em junho, vão representar o continente. Ao todo a edição atual contou com a participação de mais de 70 países e oito mil profissionais.

O Top Team é uma competição organizada mundialmente pela montadora para promover a competência técnica com os objetivos de desenvolvimento, capacitação, valorização e reconhecimento, incentivando o trabalho em equipe. No Brasil, a Scania Academy e a Associação Brasileira dos Concessionários Scania (Assobrasc) contribuem com o suporte necessário aos profissionais e na realização das etapas.

A Btech, que pela terceira vez consecutiva obteve a vaga para a decisão mundial, disputou a final regional com participantes vencedores de outros seis países (Argentina (sede), Chile, Colômbia, México, Peru e Uruguai), no dia 12 de novembro.

Fazem parte da Btech o mecânico geral Marcelo Bueno e Neilson Goi Freitag, mecânico de transmissão, os únicos tricampeões, e os estreantes Diorle da Silva Legonde, mecânico geral e coaching do time, Bruno Claudy Alves, eletricista, Jardel Bealozourw Franco, mecânico de motor, e John Maicon Fritz Noronha, consultor técnico. Ao longo dos anos, representantes venceram as edições 2014/2015, 2017/2018 e 2022/2023.

 Em provas práticas e teóricas, sendo quatro estações práticas com desafios de diagnósticos em veículos/componentes e uma estação teórica com foco na literatura técnica da Scania, a final avaliou a competência técnica, a habilidade de realizar diagnósticos e de solucionar problemas no menor tempo possível, sempre trabalhando em equipe. A competição reproduz em um ambiente de laboratório as condições da realidade diária de caminhões, ônibus e motores Scania.

 “O Top Team é uma ferramenta de capacitação profissional em forma de competição e um programa de sucesso nos países onde a Scania atua, além de contribuir para a marca como boa empregadora e nos ajudar a atrair profissionais a trabalhar conosco. Trata-se de uma grande oportunidade para os profissionais técnicos estarem em equipe aperfeiçoando juntos os conhecimentos, buscando novos aprendizados e mostrando o quanto conhecem o produto Scania. Eles se tornarão ainda mais capazes de entregar bons serviços aos clientes e reciclar seus estudos”, ressalta Maria Luiza Delavy, diretora da área de pessoas e cultura da Scania no Brasil e da Scania Academy.

“A equipe Btech está de parabéns por mais uma vez representar o Brasil na final global. São motivo de orgulho para todos nós”, completou Maria Luiza.

“O Top Team reproduz em um ambiente de laboratório as condições da realidade diária. O cliente deseja que seu veículo chegue na concessionária e seja atendido de forma precisa, com o diagnóstico certo e numa solução ágil para que ele volte à operação o mais rápido possível entregando disponibilidade e rentabilidade. É uma competição em que todos ganham: os profissionais, a Scania, a rede de concessionários e, principalmente, os clientes”, diz Marcelo Montanha, diretor de serviços da Scania no Brasil.

Representando o Brasil

“Após a conquista do título nacional, iniciamos os preparativos para a etapa regional. Foram meses de dedicação e estudos realizados pela equipe para conquistar a vaga para a Suécia. A Brasdiesel possui uma cultura de treinar continuamente suas equipes. No Top Team o treinamento é muito mais intenso, tivemos cursos realizados por técnicos de alta performance da matriz e filiais, além de cursos de novas tecnologias ministrados pela Scania. Essa intensa jornada de preparação é um meio de ampliar e alavancar o desempenho dos profissionais, bem como entregar uma maior disponibilidade dos serviços aos clientes”, conta Cláudio Padilha, gerente-geral de pós-vendas e Top Team Brasdiesel.

Para o tricampeão Marcelo Bueno, mecânico mais experiente da equipe, conhecimento técnico, aliado a dedicação e foco é a chave para o sucesso. “Ter a vontade de aprender é o primeiro passo, mas também precisamos fazer acontecer, treinar muito, transmitir conhecimento e incentivar o desenvolvimento dos competidores mais jovens. Dessa forma, o time se torna mais qualificado e juntos conseguimos gerar melhores resultados”.

“Neste ano, recebemos quatro novos componentes e o equilíbrio e a união foram decisivos. O time está renovado para buscar mais uma vez o inédito título mundial. Humildade acima de tudo”, diz Marcelo.

Aliás, ele conta, a humildade é tema central do grupo. Prova disso, é que mudaram o nome da equipe, no original Btec, adicionando um h. “Mantivemos a confiança, o respeito mútuo e a boa vontade. A dificuldade maior foi, de novo, correr contra o relógio na resolução dos diversos desafios das estações práticas”.

Estratégia para vencer na Suécia

“A equipe atual está renovada, por isso contamos com a experiência do Marcelo e do Neilson para focarmos no melhor planejamento possível em busca do título mundial. Baseado na experiência e ótimos resultados que obtivemos nas últimas duas edições mundiais, estamos alinhando com a Scania Brasil a estratégia ideal de preparação técnica e emocional da Btech. Cada detalhe é importante. Sabemos o que poderia ter sido melhor nas participações anteriores, e vamos trabalhar para evoluir a performance da equipe”, completa Cláudio Padilha.

“Vamos trabalhar nas próximas semanas para colocar em prática o melhor plano de disputa na Suécia. Continuar o trabalho em equipe e aperfeiçoar ainda mais o conhecimento. Veremos com a gerência e a direção da Brasdiesel, mais a Scania, o planejamento para deixar a Btech com alta performance nas estações práticas. Temos uma equipe que está em sintonia na busca pelo primeiro lugar do Top Team mundial”, finaliza Cláudio.

Top Team 2022/2023

A edição foi dividida em cinco fases, sendo as duas iniciais realizadas de forma virtual. A primeira foi o período de inscrições, que registrou 196 times e quase  mil participantes. A segunda foi o processo seletivo por meio de provas teóricas, com 50 questões, realizadas em abril e maio. A terceira etapa foi à final nacional, realizada na sede da Scania, em São Bernardo do Campo (São Paulo). A Btech se tornou a melhor equipe de Serviços do Brasil no dia 11 de junho. Foram dez finalistas, de quatro estados. A quarta foi à final regional e a quinta será a decisão mundial.

 Em 2018, a taça mundial foi disputada por Argentina, Áustria, Brasil, China, Emirados Árabes, Finlândia, Itália, Holanda, Nova Zelândia (campeã), Polônia, Suíça e Taiwan.

Histórico

O Top Team nasceu na Suécia em 1996. Na primeira edição, participaram os cinco países nórdicos (Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca e Islândia). Em 2003, a competição contou com representantes de 17 países europeus. Em 2005, o número de países subiu para 21. O ano de 2011 registrou 44 representantes e marcou a estreia do Brasil no evento, que chegou até a final mundial com a equipe da Codema (Guarulhos — SP).

Em 2012/2013, a vencedora nacional foi a Battistella, de São José dos Pinhais – Paraná. Nas últimas edições (2014/2015) e (2017/2018), a vitória foi da então chamada Btec da Brasdiesel, do Rio Grande do Sul.

Em 2021, em função da pandemia, não foi realizado o torneio presencial. Por isso, foi criado o Top Team Challenge, que recebeu de forma virtual ideias para melhorias nos serviços da rede Scania. O Brasil teve 164 equipes e 256 projetos apresentados (52% de todas as sugestões enviadas em todo o mundo). A Casa Scania Movesa, de Vitória da Conquista (Bahia) levou não só o primeiro lugar no pódio nacional como também conquistou a segunda colocação no ranking global.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br