20 de abril de 2024

CARGAS

O site dos transportes

Karin Rådström entregou pessoalmente um eActros 300 a Stefan Hohm

Dachser e o 1º eActros

Empresa prestadora de serviços de logística utilizará o caminhão para realizar entregas aos seus clientes no centro de Stuttgart de forma livre de emissões locais de CO2 e óxido de nitrogênio

Um dos primeiros eActros, primeiro caminhão elétrico de produção em série movido a bateria da Mercedes-Benz, foi entregue à empresa prestadora de serviços de logística Dachser. Karin Rådström, CEO da Mercedes-Benz Trucks, entregou pessoalmente um eActros 300 a Stefan Hohm, executivo chefe da área de desenvolvimento (CDO) e membro do conselho de administração da Dachser, durante uma reunião com clientes em Wörth am Rhein.

A Dachser já está planejando incluir outros eActros em sua frota de veículos como parte de sua estratégia de proteção climática. “O eActros de produção em série é um componente importante do nosso conceito de entregas urbanas ‘Dachser Emission-Free Delivery’ (Entregas Livres de Emissões Dachser), que atualmente estamos expandindo para onze regiões metropolitanas europeias”, explica Stefan Hohm pela ocasião da entrega do primeiro veículo, que substituirá o protótipo que esteve em testes práticos na empresa em Stuttgart desde 2019.

“O eActros demonstrou seu valor no dia a dia em Stuttgart, especialmente quando se trata de entregas livres de emissões de mercadorias em pallets para os clientes. Nós também vemos algum potencial em sistemas de serviços de transporte regulares para o caminhão totalmente elétrico. Acreditamos que o veículo encontrará uma ampla gama de aplicações em logística sustentável de carga”, completou.

Em Stuttgart, a Dachser entrega cargas em geral com o eActros para seus clientes no centro da cidade, especialmente no caso de remessas paletizadas que são muito grandes e pesadas para envio como remessa de encomendas. Além disso, o caminhão elétrico, em conjunto com um FUSO eCanter (de 7,5 toneladas), abastece uma pequena central de logística no centro da cidade com remessas, que são então distribuídas ao longo da última milha com bicicletas de carga com suporte elétrico.

Todas as remessas de carga geral em uma área definida (Emission-Free Delivery – Entregas Livres de Emissões) são entregues pela Dachser, isentas de emissões locais de CO2 e óxido de nitrogênio. O eActros só é carregado com eletricidade verde na filial da empresa em Kornwestheim.

Para a aplicação, o e-truck foi configurado com uma fórmula de tração 4×2 e uma carroceria baú da Spier. O caminhão de 19 toneladas foi produzido no ano passado após o início da produção em série e agora foi oficialmente entregue em uma reunião após a aprovação do financiamento federal. A Dachser é um dos clientes selecionados que obteve uma experiência valiosa com o protótipo eActros já em estágio inicial.

Karin Rådström, membro do conselho de administração da Daimler Truck Holding AG, responsável pelas regiões Europa e América Latina e a marca Mercedes-Benz Truck disse estarem muito orgulhosos de que um fornecedor de logística inovador como a Dachser tenha optado pelo eActros e esteja demonstrando confiança através da encomenda de vários veículos, incluindo os serviços abrangentes.

A Dachser tem sido uma empresa parceira importante durante o desenvolvimento do eActros, desde o protótipo até o veículo de produção em série, e esperamos continuar nossa forte parceria com eles rumo ao transporte com zero emissões”, completou Karin.

Autonomia

As baterias do eActros podem ser compostas por três (eActros 300) ou quatro baterias (eActros 400), cada uma com uma capacidade instalada de 112 kWh e uma capacidade útil de cerca de 97 kWh. Equipado com quatro baterias, o eActros 400 tem uma autonomia de até 400 quilômetros.

O coração tecnológico do caminhão elétrico é sua unidade de propulsão, que consiste em um eixo elétrico rígido com dois motores elétricos integrados e uma transmissão de duas velocidades. Os dois motores refrigerados a líquido fornecem uma potência contínua de 330 kW e uma potência máxima de 400 kW.

Além disso, a energia elétrica pode ser recuperada por meio de recuperação ao dirigir com previsibilidade. A energia recuperada pela frenagem é realimentada nas baterias do eActros e fica novamente disponível para alimentar o veículo. O eActros pode ser carregado com até 160 kW. Em uma estação de recarga rápida DC convencional com uma corrente de recarga de 400A, as três baterias demoram pouco mais de uma hora para recarregar de 20% da capacidade para 80%.

Vantagens

Os dois motores elétricos integrados têm alta eficiência e fornecem potência constante com alto torque de partida. O torque fornecido imediatamente pelos motores elétricos e a transmissão de duas velocidades garantem uma aceleração poderosa, um conforto de condução impressionante e uma dinâmica de condução que permite uma condução mais tranquila e menos estressante do que um caminhão convencional movido a diesel. Além disso, o baixo centro de gravidade ajuda nas curvas.

O nível de ruído interno foi reduzido em 10 dB – correspondendo aproximadamente à metade do nível de ruído perceptível – o que também contribui para aumentar o conforto do motorista em operação com carga total. As entregas noturnas também são possíveis graças ao baixo nível de ruído. Em contraste com um caminhão a diesel, também há uma vibração consideravelmente menor.

Carroceria

A carroceria do Mercedes-Benz eActros da Dachser foi fornecida pela Spier. A carroceria tipo baú de carga seca Athlete tem um design aerodinâmico. Os perfis de borda contínuos e tampas de perfil com aerodinâmica sofisticada, combinados com o spoiler de teto embutido, reduzem o coeficiente de arrasto e, assim, podem aumentar a autonomia de todo o veículo. A carroceria combina a alta carga útil com o alto volume de transporte. A estrutura é adaptada às necessidades do cliente, por exemplo, no que diz respeito às opções de fixação de carga.

Andreas Fast, head de vendas e marketing da Spier Fahrzeugwerk informou que a empresa combina o aumento da capacidade dos veículos com tecnologia de condução ecologicamente correta por meio de soluções de carroceria mais desenvolvidas. “Transformar o Mercedes-Benz eActros em uma solução de veículo comercial completa e versátil com a carroceria Spier Athlet corresponde à nossa missão. Nossos funcionários são treinados e certificados para trabalhar em veículos com sistemas de propulsão alternativos. Estamos ansiosos para os desafios representados pelos sistemas de propulsão alternativos e, portanto, para possibilidades futuras sustentáveis, ecológicas e econômicas”, relatou Andreas.

Leasing

Os veículos são fornecidos pelo Mercedes-Benz Bank com ServiceLeasing e são subsidiados de acordo com a norma de financiamento “Climate-friendly commercial vehicles” (veículos comerciais ecologicamente corretos) do Ministério Federal da Digitalização e dos Transportes (BMDV).

Com os subsídios, o Mercedes-Benz Bank oferece taxas de serviços de leasing atraentes para outros eActros totalmente elétricos, que os clientes interessados podem aproveitar de forma não burocrática diretamente nas agências da Mercedes-Benz.

Financiamento

Os eActros produzidos em série estão sendo financiados pelo Ministério Federal da Digitalização e dos Transportes com um total de 10,77 milhões de euros como parte da diretiva sobre a promoção de veículos comerciais leves e pesados com sistemas de propulsão alternativos e ecológicos e a infraestrutura de reabastecimento e recarrega a eles associados (KsNI).

As diretrizes de financiamento são coordenadas pela Organização Nacional de Hidrogênio e Tecnologia de Células de Combustível (NOW GmbH), e os pedidos são aprovados pelo Ministério Federal de Transporte de Cargas.

Kurt-Christoph von Knobelsdorff, diretor administrativo da NOW GmbH, informou que o financiamento apoia a disseminação de veículos comerciais com sistemas de propulsão ecológicos e, assim, contribui para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, melhorar a qualidade do ar nas cidades e a proteção contra o ruído. “Os players de logística estão tomando a iniciativa aqui e estão se envolvendo na eletrificação do transporte de carga pesada”, concluiu Kurt.

Bruno Castilho

bruno@cargasetransportes.com.br